quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Sherlock BBC – “A Scandal in Belgravia”: polémico campeão de audiências!

Campeão de Audiências
Depois de uma espera de cerca de 18 meses, a estreia do 1º episódio da 2º temporada da série britânica “Sherlock”, arrebatou audiências, com cerca de 9 milhões de espectadores na noite do 1º dia do ano.
Os 8,8 milhões de espectadores ligados à BBC One no dia 1 de Janeiro, a partir das 20:10h, obtiveram para o canal televisivo um share de audiência de 30%, ultrapassando recorde pessoal da série, de 7,5 milhões de espectadores, em Julho de 2010. Mais informações aqui.

É claro que nós, que assistimos ao episódio online, no domingo, sabemos que o número de espectadores pelo Mundo inteiro foi na realidade muito superior! E esse facto faz-se acompanhar de todo o mérito da enorme qualidade do episódio.

“A Scandal in Belgravia” foi um escândalo!

Mas, apesar dos rasgados elogios, tanto a nível técnico e do argumento, como dos atores, o episódio foi atirado para os cabeçalhos dos jornais devido a algo completamente diferente…
O jornal britânico Daily Mail começou o novo ano a lamentar as “cenas de nudez pre-watershed*”, alegando que as ditas cenas não foram apropriadas para um programa familiar e que Lara Pulver (Irene Adler) apareceu completamente nua (ainda que discretamente), usando nada mais do que uns brincos de diamantes e saltos, 20 minutos antes da hora de watershed*.
(Vários já se perguntaram, no entanto, se estaria o jornal assim tão ultrajado ao publicar fotos de grandes dimensões ilustrativas das ditas cenas a acompanhar esse artigo…)

As queixas apontadas pelo Daily Mail, algumas delas exageradas, limitavam-se a 3 exemplos do Twitter:
“Dominatrix?! Esqueceram-se do watershed*? O meu filho de 10 anos estava a ver isso.”
“Não penso que a linha de história de Sherlock seja apropriada ao horário de pre-watershed*.”
“Como é possível que Sherlock estivesse em horário de pre-watershed* com aquela prostituta a passar-se sem roupas a maioria do episódio?!”

A BBC insiste (e com razão, na nossa opinião) que as cenas não eram demasiado provocadoras ou chocantes para o horário em que foram passadas. O porta-voz do canal televisivo afirmou:
“Estamos muito satisfeitos com a resposta das críticas e da audiência quanto ao 1º episódio, o que foi extremamente positivo e ainda não recebemos quaisquer reclamações até ao momento.”

Aparentemente, apesar de toda a indignação expressa nas redes sociais, nenhum dos “lesados” se dignara até então a apresentar uma reclamação formal ao canal. No entanto, desde este pequeno comunicado que novas fontes alegam que a BBC já recebeu cerca de 60 reclamações formais, que passaram para 102 na manhã de hoje.

Entretanto, a BBC já fez saber que não retirará as cenas de nudez para a repetição de sábado do episódio, às 19h (bem antes do watershed*), na BBC Three.

Enfim, como todas as polémicas, começa já a desenvolver-se em seu redor todo um ambiente do “disse que não disse” que poderia abafar todos os comentários acerca da inigualável qualidade do episódio. Ainda assim, felizmente, isso não se parece verificar.

* Horário “pre-watershed” = antes das 21h (hora a partir da qual as crianças já não estarão a assistir)
Horário “after the watershed” = depois das 21h (programas que contêm palavrões ou nudez impróprios para o visionamento por crianças)

Mas o que terá a atriz em questão a dizer acerca deste assunto?
“Existe algo quanto a ser mulher e estar nua que é excelente e eu pensei «Vamos apenas celebrá-lo»”
“O Martin esteve nu em «Love Actually». O Benedict está sempre nu, ele esteve nu no palco em «Frankenstien», então eu estava apenas a juntar-me ao clube.”

(Artigo completo aqui.)

A polémica da nudez, agora estendendo-se para além do Reino Unido, poderá ser, de facto, altamente positiva para a série, pois está a torná-la ainda mais conhecida!
E... será que não foi essa a verdadeira intenção para este 1º episódio estrear 20 minutos antes das horas de estreia definidas para os outros 2 episódios?!

ST e PHS.

5 comentários:

Lizzie disse...

Eu realmente não entendo para quê tão fazendo esse escândalo todo. Vejo pelas ruas fotos de propagandas muito piores do que essas cenas! Estas que nem foram fortes assim como estão dizendo. E eu não acho que Sherlock seja um 'programa para a família'. Sei lá, a série não tem cara disso.

Snail Trail disse...

Concordo totalmente! Aquelas cenas não têm nada de tão chocante assim.

(Mas faz parte da classificação da série ou, pelo menos, fazia na 1ª temporada, ser 1 programa familiar.)

ST.

ascronicasdacris disse...

Fiquei parva a ler esta noticia, a primeira mulher que falou vai dizer que o filho de 10 anos nunca tinha visto uma mulher nua? Embora ela não tenha mostrado nada demais estamos num século que as crianças já começam a entender tudo. Como disse a Lizzie existem fotos de propaganda mil vezes pior, fazem escandalos por tudo nossa.
Mas a parte positiva é e sempre será que ficou mais conhecida (a série) e com ou sem escandalo foi dos melhores episódios de sempre.

Snail Trail disse...

Certamente, a polémica é exagerada tendo em conta o pouco que é de facto mostrado!

Mas, como Benedict diz aqui (http://www.mirror.co.uk/celebs/news/2012/01/07/benedict-cumberbatch-defends-naked-sherlock-scene-115875-23685518/):
“É uma boa publicidade, não é? Penso que existe imenso apoio pela forma como a [a cena] fizemos e o gosto com que a criámos. E, se ela cria mais interesse no programa, muito obrigado por isso.”
[A nudez de Irene] “Não é suposto ser uma fonte de estimulação para a audiência. É suposto estragar o radar dele [do Sherlock], que é exatamente o que faz.”

ST.

Lika disse...

Foi um ótimo epsódio... e achei que Irene Adler se encaixa perfeitament eno papel que lhe foi dado! òtima atuação alias... Sei lá, estão dando muita enfase para isso e esquecendo de todo o resto... enfim... rsrs

Enviar um comentário

Os 3 visitantes com mais comentários aparecerão no nosso Top Comentadores!
(Para seguir os comentários desta mensagem, clique em "Notificar-me" antes de publicar o seu comentário.)