terça-feira, 12 de junho de 2012

Sherlock (BBC): Primeiras pistas sobre a 3ª temporada!

Após Steven Moffat ter afirmado numa entrevista que “Não estamos a ir a lado nenhum com a nova temporada.”, deram-se mais algumas mudanças no mundo das pistas, teorias e rumores. (Que, como sabem, nós adoramos.)

Após um longo processo de recolha e algum trabalho de seleção, aqui vos deixamos o resumo do que sabemos (ou desconfiamos) até ao momento.


[Atenção: spoilers para a 1ª e 2ª temporadas, para algumas das histórias de Doyle e possíveis spoilers para a 3ª temporada!]


• No chat online que se seguiu à estreia do último episódio da 2ª temporada na PBS, Steven Moffat e Mark Gatiss, cocriadores da série, deixaram-nos algumas pistas que passamos a traduzir e interpretar (a conversa está muito interessante, aconselhamos-vos a lerem todo o artigo do link):

“Qual é a vossa história favorita de Sherlock Holmes?
Gatiss: Sempre adorei “The Red Headed League” e “The Bruce-Partington Plans”. Penso. Hoje.
Moffat: História favorita: “The Speckled Band.”
Bem, tendo em conta que todas estas aventuras já foram referidas na série, exceto a “The Red Headed League”, talvez seja possível que a próxima temporada contenha uma adaptação desta fabulosa aventura!

“Tenho uma teoria de como Sherlock fingiu a sua morte, que inclui pacotes de fritos ainda nos seus bolsos. Plausível?
Moffat: Oh, chega de questões acerca da queda. Nós não vamos dizer – a resposta VIRÁ. Ele fê-lo de forma inteligente. Muito inteligente. E nós sabemos, mas não vamos dizer – próxima!!
Gatiss: Obviamente que não podemos dizer nada! Como disse Wilkie Collins “Fá-los chorar, fá-los rir, fá-los ESPERAR.”.”
Eu sei, eu sei,… não há nenhuma pista aqui. Era apenas para vos apresentar o vosso mais recente inimigo: Wilkie Collis – encontrem-no, ameacem-no, obliterem-no! XD

Quando questionados acerca dos seus favoritos antagonistas de Sherlock Holmes, Gatiss referiu o Dr. Grimesby Roylott, da aventura “The Speckled Band”.
Hum… o John fez uma referência a esta aventura no seu blog... ele relata o caso; mas será que algo mais da aventura de Doyle pode ser retirado e encaixado dentro de outra, como os autores já fizeram anteriormente?

Já quando questionados acerca do aparecimento do Coronel Sebastian Moran na 3ª temporada, Gatiss teve a simpatia de nos dar um “nim”:
“Veremos. Obviamente, “The Empty House” é um bom ponto de partida…”
Decerto, independentemente de os autores decidirem retratar a famosa aventura que trouxe Sherlock Holmes da morte até ao último detalhe ou não, algo dela terá sempre de estar lá. Porque, afinal, é o regresso de Sherlock Holmes!

Perto do fim, como seria de esperar, Moffat pica um pouco mais os fãs: “Como uma agradável surpresa para nos nossos fãs americanos, posso revelar exclusivamente que o Sherlock fingiu a sua morte ao… Oh, Deus! Acabou o nosso tempo!”


• Numa entrevista ao DigitalSpy, Moffat revela-se um pouco mais cooperante com a insaciável curiosidade de todos nós:

“DS: A série 3 de Sherlock encontra-se agora em estágio de planeamento?
Moffat: Bem, nós já tivemos encontros acerca disso. Vai certamente acontecer e nós sabemos quando vamos começar as gravações – filmaremos em Janeiro. Obviamente, eu tenho imenso trabalho daqui até Janeiro! Mas sim, está tudo a acontecer e nós já tivemos os nossos primeiros encontros. Não penso que nenhuma palavra tenha sido já passada para papel, mas quase.”

“DS: Já decidiram quais as histórias de Conan Doyle que vão adaptar desta vez?
Moffat: Sim – e isso não quer dizer que não mudarão à medida que formos progredindo, porque mudam sempre. Mas, em termos gerais, sim, nós temos o nosso arco e nós sabemos o que vamos cobrir. A escrita depende, de algum modo, da espontaneidade, por isso, damos a nós próprios uma moldura grande o suficiente para improvisarmos.”

“DS: Presumivelmente, “The Adventure of the Empty House” será o primeiro episódio?
Moffat: Bem, haverá um regresso, por assim dizer!”

“DS: E será você, Mark Gatiss e Steve Thompson quem escreverão os 3 episódios novamente?
Moffat: Correto, sim.”


• Para além de toda esta nova informação, Moffat fez questão de insistir que a conclusão da próxima série deixará os fãs “mais frustrados do que nunca”.
Parece-me que devemos estar à espera outro cliffhanger!
Promissor, não é? XD


• Paul McGuigan, realizador de “Sherlock”, confirmou recentemente, numa entrevista à lifestyle.scotsman.com, que a 3ª temporada iniciará a rodagem em Janeiro de 2013. (Mais informação no blog parceiro Sherlock Brasil.):
“Começaremos a gravar os novos episódios em Janeiro. Jantei recentemente com o Steven e nós estivemos a falar acerca de três histórias para a série e eu fiquei realmente entusiasmado.”


• No dia 14 de Maio, Mark Gatiss participou no Masterpiece Live Chat, da PBS, respondeu a perguntas de fãs de todo o mundo e fez algumas simpáticas revelações quanto à próxima temporada!


“Ele [Mycroft] e Sherlock decidiram claramente que não se devem envolver em relações humanas.” Diz Mark Gatiss. “Interpretam-nas como uma fraqueza. “Importar-se não é uma vantagem.” Ainda assim, lá no fundo, Mycroft preocupa-se realmente com o seu irmão. Tudo o que ele quer é mantê-lo controlado. Impedi-lo de se tornar uma fonte danos. Gostaria de encontrar uma forma de mostrarmos mais que ele é, na realidade, mais inteligente do que Sherlock – mas as deduções já são suficientemente difíceis assim como estamos!”
Quererá isto dizer que vai haver mais desenvolvimento da personagem de Mycroft na 3ªa temporada?

Quando questionado acerca da possibilidade de vermos mais interação entre Lestrade e Mycroft, Gatiss respondeu:
“O Mycroft e o Lestrade ainda não apareceram juntos em nenhuma cena, por isso seria agradável, e o Rupert é um homem tão adorável, seria um prazer. Viram “Maurice”? Haha.”

“Dee: Parece haver tanta história entre o Sherlock e o Mycroft. Alguma vez iremos descobrir exatamente o que se passou entre eles?
Gatiss: Não. Como Yoda diria: “História antiga não te mostrarei”! É muito melhor deixar as coisas na imaginação das pessoas. É agradável dar pequenas pistas aqui e ali mas nunca uma resposta completa. Porque é que os irmãos Holmes são como são? Como são os seus pais? Talvez o saberemos um dia. Na realidade, cortamos um pedaço do “[A Study in] Pink” por ser demasiado revelador da óbvia fricção de animosidade que existe entre eles. Ela não existe nas histórias originais. Veio inteiramente da brilhante “Private Life Of Sherlock Holmes” de Billy Wilder e Izzy Diamond e do frio, desdenhoso Mycroft de Christopher Lee. Se nunca viram – vejam!”
Reparam que Gatiss falou dos pais de Sherlock e Mycroft sem que lhe perguntassem isso diretamente? Hm, interessante… Continuem a ler para entenderem do que estou a falar!

“Pau: Quantas temporada estão a planear fazer?
Gatiss: Trezentas e quarenta e seis!”
Oh, claaaaaaaaro! XD

“Gina: Pode dar-nos um teaser de 3 palavras para a terceira temporada (tipo Mulher, Cão e Professor, como na temporada dois)? Por favor!
Gatiss: Era A Mulher, O Cão e A Queda, não era? Bem… O Regresso, O do Meio, O Terceiro? Estou a ser mau. Mas vocês sabem, eu sou.”

“Molly: (…) É provável que alguma vez vejamos uma adaptação do “The Dying Detective”? Seria muito engraçado!
Gatiss: (…) “The Dying Detective” é uma muito boa história tardia. Sempre gostei dela, especialmente quando Sherlock magooa Watson ao questionar as suas credenciais médicas. Au!”
Oh, “The Adventura of the Dying Detective” sempre foi uma das minhas preferidas! Foi, de todas, a aventura que reli mais vezes. No entanto, tanto quanto sei, nunca foi adaptada para o pequeno ou grande ecrã... Ficaria muito feliz se ela fosse passada para a série “Sherlock” algum dia!

“Nora: Alguma vez vamos conhecer a Mamã Holmes?
Gatiss: Talvez. E a arte no sangue é capaz de tomar as formas mais estranhas…” ("And art in the blood is liable to take the strangest forms…”)
Agora percebem do que estava a falar. Muito misterioso, profundo, subjetivo… (Alguém percebe o que Gatiss quer dizer com isto???) Não sei porquê, mas parece-me, quase definitivamente, que ele disse “sim”. O que acham?

“Emily: Veremos muito mais da Molly?
Gatiss: Sim, mas estamos a planear dar-lhe uma nova profissão para não termos de filmar mais naquela morgue ***! Talvez ela pudesse trabalhar como uma salva-vidas, como em Baywatch. Algo bem quente.”
Hm, parece-me que a maioria desta resposta foi brincadeira, mas é bom saber que a Molly não vai desaparecer depois do que aconteceu na 2ª temporada!

“Isabel: Tem algum conselho para como sobreviver a longa espera até à 3ª temporada?
Gatiss: Bebam e dancem e amem e mintam OU Amem a meia-noite que está a caminho porque amanhã morreremos! (Mas, vá lá, nós nunca o fazemos.)”
(OK, começo a achar que talvez ele não estivesse muito lúcido neste dia…) Parecem-me excelentes conselhos. Será que vão dar resultado?

“Kenia: Algum de vocês já começou a escrever para a próxima temporada?
Gatiss: Nós tivemos vários encontros e estamos muito, muito entusiasmados para continuar! Certas coisas podem ter já passado para o papel, sim. Pequenos pedaços de papel. Que voam em nosso redor. Como um homem que cai de um edifício. Alguém até agora sugeriu que o Sherlock perto da campa pudesse ser, na realidade, um fantasma?!”
Até poderíamos ainda sugeri-lo se vocês já não tivessem confirmado uma 3ª temporada, 3 episódios, “um regresso” e “uma explicação inteligente” para esse regresso! XD


• Por fim, e entrando no mundo das especulações, corre o forte rumor de que Mark Gatiss está encarregue de escrever o 1º episódio da 3ª temporada. Veremos o que o autor de “The Great Game” e “The Hounds of Baskerville” fará de um dos momentos mais emocionais de todo o canon de Sherlock Holmes!
(Relembro que, na 1ª temporada, Moffat escreveu o 1º episódio, Thompson o 2º e Gatiss o 3º. Na 2ª temporada, Moffat escreveu o 1º episódio, Gatiss o 2º e Thompson o 3º.)


E por agora é tudo. Espero que tenham gostado! =)
PHS.

5 comentários:

Lizzie disse...

Que história é essa dos americanos e o fingimento da morte? Lol deu até nervoso agora!
E esses dois estão realmente convencidos de que ninguém conseguiu pensar em como o plano foi executado! Vamos ver...daqui a um tempão, Argh!

Snail Trail disse...

He-he! Ele estava a brincar. Sabia que o tempo estava a acabar por isso simulou uma revelação só para picar os fãs! XD Esses dois são tão maus!

Anónimo disse...

Então eu aposto em algo da história da Banda Manchada misturado dentro da história da Liga dos Cabeças Vermelhos. O Detetive Moribundo também seria interessante mas, pela forma como ele falou, acho que não por agora, né?


A mãe do Sherlock e do Mycroft!!! Gostava de ver isso.
Se ela aparecer mesmo na série, que atriz acham que seria acenada pro papel? Maggie Smith talvez? Penelope Wilton? Barbara Windsor? Já sei, Julie Andrews!

Snail Trail disse...

Pois, uma mistura de partes de vários casos parece algo em que podemos apostar, visto que é esse o modelo que os criadores têm usado até ao momento! =) Quem sabe se você não terá acertado? Veremos em 2013!

Sim, seria interessante conhecer a misteriosa “Mamã”. Mas lembre-se que ainda não sabemos se isso vai mesmo acontecer!
Pessoalmente, acho que Maggie Smith, apesar de ser uma excelente atriz, ficaria um pouco desencaixada em “Sherlock” (mas isto talvez seja devido à imagem que tenho de “Harry Potter” e “Downtown Abbey”).
Achei curioso ter-se lembrado de Penelope Wilton. Gosto bastante do seu trabalho em “Downtown Abbey”, mas confesso que não me recordo de outros papéis dela.
A Barbara Windsor participava em “Eastenders”, certo? E, se não estou em erro, entrou no filme “Alice in Wonderland”. Hum,… quem sabe?
Conheço Julie Andrews dos filmes do “Diário de uma Princesa”. Também parece ser uma escolha interessante!
Parecem todas sugestões muito boas! Devia falar com Mark Gatiss sobre isso ;)

PHS.

Anónimo disse...

Eu acho que ele foi ver a Molly exatamente por isso pra ela ajudar ele . por isso naão apareceu mas ela .mas seria xique ver ele com a MOLLY .

Enviar um comentário

Os 3 visitantes com mais comentários aparecerão no nosso Top Comentadores!
(Para seguir os comentários desta mensagem, clique em "Notificar-me" antes de publicar o seu comentário.)